14 de abril de 2018

É importante saber dar valor enquanto se tem

O meu celular quebrou faz quase seis messes e desde então não tive condições suficientes para comprar outro. Mas o que isso tem a ver com o título da postagem? Bem, é que eu sinto falta pra caramba do meu antigo celular, uma falta tão grande que aprendi a dar valor a ele mesmo sabendo que ele não existe mais. O que é bem trágico, porque a gente precisa aprender a dar valor enquanto se tem, não quando se perde. Meu antigo celular não era um dos melhores do mundo, não tinha muito valor e também não estava em suas melhores condições, porém era meu. Era meu celular. E eu não dei valor a ele enquanto o tinha. Só estou dando valor hoje, agora, após sentir que de fato o perdi.

Porque temos tanta dificuldade para dar valor as coisas que temos? Tem uma frase super clichê que diz: só se dar valor quando se perde, e realmente, essa pequena frase clichê está super carregada de verdade. Eu já perdi tantas amizades que hoje dou um valor tão grande a elas que talvez se eu tivesse dado esse valor enquanto ainda tinha essas amizades não as tivesse perdido.
Eu já sorri até a barriga, não dei valor, eu já tive um amor, também não dei valor, eu já chorei, não dei valor ao choro. Porém hoje estou aprendendo a dar valor a todas essas coisas. A dar valor ao choro que já chorei, pois se não fosse por ele eu não teria aprendido tanto, a dar valor ao amor que eu perdi, pois se não fosse por essa perda eu não aprenderia que devo valorizar o amor que um dia terei, a dar valor ao riso de doer a barriga pois hoje sentindo falta de sorrir assim aprendo a valorizar o riso de doer a barriga quando tiver a oportunidade de sorrir novamente e a dar valor ao celular que perdi, pois quando eu ganhar outro saberei que valor é muito mais do que valor, valor é valor - filosofei haha -

Minha mãe sempre disse pra mim que eu não sei quanto custa as coisas e por isso não dou valor a elas. E sim, ela tinha razão. Se ela pudesse me ler agora eu dedicaria o último paragrafo dessa postagem a ela, porém como ela não pode - porque não quero que ela leia - irei dedicar a vocês. Por favor, deem valor as coisa que vocês tem, deem valor ao celular, ao namorado, as amizades, as pequenas coisas que fazem parte do cotidiano, ao riso, ao choro e as decepções. Deem valor, para receberem valor, deem valor para serem pessoas melhores, deem valor para que não aconteça o que aconteceu comigo. Que mesmo sendo um acontecimento pequeno, tem me feito sofrer, chorar e aprender na marra.

É preciso dar valor a todas as coisas, até para as mais pequenas. Já escrevi aqui no blog o quão grata sou por todas as coisas que tenho e agora estou escrevendo a respeito dos valores que, tarde demais, estou aprendendo a dar para todas essas coisas das quais sou grata. Ou seja, a tudo. Porque não adianta ser grato, se não se dar valor. E não adianta dar valor, se não se é grato - entenderam o raciocínio? -

9 comentários:

  1. Eu passei pelo o mesmo que você Mana!
    Ano retrasado eu tinha um celular que embora fosse bom, tava começando a travar mais que o normal, aí teve um dia que eu perdera a paciência e reclamei muito. No outro dia roubaram este meu celular '-'.
    Depois de 9 meses sem celular eu ganhei outro, mas é usado. E meu Deus, eu nem tinha acreditado quando eu ganhara, porque quando eu ganhei o celular até que estava bom, eu achara que meus pais não iriam me dar outro celular nunca, depois de ter perdido o outro. Ele não é bom igual o outro que eu perdi, um pouco piorzinho. E ultimamente minha paciência tem sido muito testada com ele, porque ele trava pra caramba, ás vezes leva uns 10 minutos ou mais pra abrir algum app, mas como você, eu estou aprendendo a ser mais grata. Porque sem meu celular eu não iria poder, fazer as coisas que me deixam mais felizinha. E tudo isso é sobre outras coisas também.
    Ás vezes os problemas vem á tona pra testar nossa paciência mesmo, mas nós vamos achando força, uma aqui e ali na vida. Nem tudo vai ser mesmo do nosso jeito, ás vezes vai ser melhor, pior, mas vai ser do jeito que deve ser.
    Espero que as coisas que perdera, possam voltarem muito melhores pra você. Porque tu merece muito, ainda mais depois desse aprendizado ♡
    Seu blog está lindo!
    https://noitecer.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. É uma pena quando percebemos que já é tarde demais. Me identifiquei na parte de amizade, perdi uma amiga que eu daria de tudo para tê-la novamente e faria tudo diferente. Mas acontece.
    Por isso valorizo qualquer coisa que possa me ancorar no presente, como a respiração e os batimentos cardíacos. Eles nos lembram de estarmos plenamente atentos no que acontece agora.

    do cristal

    ResponderExcluir
  3. Realmente, ouvimos essa frase o tempo todo - quando criança dos adultos, quando mais velhos dos colegas - e ainda assim, insistimos em ignorá-las. O importante é aprender com os erros, aí vai outra frase cliché "antes tarde do que nunca". Pior são aqueles que erram e persistem no erro. Continue buscando a melhoria contínua e será cada dia mais maravilhosa ♥
    www.prettythings.com.br

    ResponderExcluir
  4. que boniteza de texto ♥
    a gente tende a naturalizar o que vivemos no presente, né? daí quando o tempo passa e a gente olha pra trás, costumamos vangloriar os momentos do passado. eles parecem maiores depois que vão embora.
    quando a gente percebe isso, corre contra o tempo pra abraçar cada momentinho, por mais bobo que pareça, porque a gente sabe, antecipadamente, o quanto vamos sentir falta dele no futuro :')

    ResponderExcluir
  5. Olá!! Quando comecei a ler,começou a me bater um desespero. Meu celular dois botões de baixo literalmente pararam de pegar e na tela,algumas partes não pega se eu clicar e agora tenho que ficar usando rotação de tela porque não consigo mais clicar em determinadas partes. Tem sido muito ruim! E eu tenho certeza (queria ser otimista agora) que em breve ele vai dar "pau" e vou ficar sem... Duvido que meu pai compre outro pra mim!

    É a verdade,só damos valor quando perdemos as coisas ou não temos mais nenhuma oportunidade de obtê-las novamente. Estou passando por uma fase bem complicada mas sei que amanhã será um dia melhor.

    uma figueira

    ResponderExcluir
  6. Que texto lindo. Tudo nele me identifica. "Eu já perdi tantas amizades que hoje dou um valor tão grande a elas que talvez se eu tivesse dado esse valor enquanto ainda tinha essas amizades não as tivesse perdido." Eu também estou aprendendo a dar valor e isso é uma das coisas que eleva o ser humano, acho que só assim nós conseguimos observar coisas do cotidiano que passavam antes despercebidas. Faz parte do crescimento pessoal e espero que nós cresçamos juntas. <3

    Uma parte linda do texto é: "Deem valor, para receberem valor." Porque tudo que vai, volta com a mesma ou maior intensidade. O universo sempre nos ouve e nos responde.

    ResponderExcluir
  7. É tão triste quando nos damos conta depois de perder. Apesar de já ter passado pelo mesmo que vc (em relação ao celular), sei que seu texto foi muito mais profundo e reflexivo. Já perdi muitas coisas por não ter dado valor..

    Sai da Minha Lente

    ResponderExcluir
  8. Fiquei sem palavras com esse texto, maravilhoso!

    http://www.gotasdecafe.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Eu gostaria de dizer que eu também era assim e agora criei juízo. Mas a verdade é que eu ainda me pego reclamando de tudo o que tenho (e não tenho, claro). Eu até penso em quantas pessoas gostaria de estar no meu lugar, mas não consigo desvincular essa ideia de querer sempre mais e de estar sempre perdendo (a famosa FOMO)...

    ResponderExcluir

oncontextmenu='return false'